terça-feira, 18 de maio de 2021

O Destino

Estará o destino traçado?
Existe mesmo essa “coisa” do destino?
O acaso existe? 
E somos n√≥s que decidimos a nossa vida? 
Como pode estar o destino tra√ßado se somos n√≥s que escolhemos a nossa vida? 

O tempo não é recto, é circular.
Passado, presente e futuro ocorrem em simult√Ęneo.
O que fizermos no futuro influenciar√° o nosso passado
e o que fizemos no passado influenciar√°  o nosso futuro.
√Č no momento presente que tomamos as nossas escolhas.
Podemos ser atra√≠dos para as situa√ß√Ķes futuras
com base no que ocorreu no passado.

Existe um prop√≥sito colectivo. 
E cada um de n√≥s tem uma pe√ßa desse puzzle, que √© o prop√≥sito, para realizar. 
Por isso existe a previsibilidade 
porque h√° este trajecto em dire√ß√£o ao prop√≥sito. 
√Č por isso que quando sa√≠mos fora do trajecto
nos sentimos perdidos.
Ent√£o antes de encarnarmos
escolhemos tarefas que nos ajudem a perceber a nossa peça do propósito de forma a conseguir realizar o propósito maior.
Nada é por acaso.
Tudo est√° interligado.
Pois tudo serve para nos ajudar a realizar o propósito.
Se algu√©m nos ajudou com algo da nossa inf√Ęncia 
n√≥s desde a inf√Ęncia que estaremos a ser atra√≠dos para essa pessoa.
Se numa certa vida prejudicámos alguém e não tivemos possibilidade de lhe pedir perdão
numa vida futura estaremos mais perto dessa pessoa para que esse pedido de perd√£o seja realmente efectivado.
Se uma amizade for importante e marcante 
nós estaremos a ser atraídos para essa amizade.
E a aprendizagem de hoje 
pode ser a salva√ß√£o de amanh√£. 
Tudo depende das escolhas que fazemos.
A vida abre-nos um caminho 
avançamos ou ficamos onde estamos?
√Äs vezes, por medo, sentimos resist√™ncia para avan√ßar. 
Ou podem surgir os pactos,
conscientes ou inconscientes,
que também poderão estar ou não a prejudicar.
Se estamos sempre a ser atraídos para uma certa pessoa ou situação
√© preciso ir entender o que nos liga ainda a essa pessoa ou situa√ß√£o. 
Pode ser algo novo, nunca antes vivido,
ou pode ser algo que j√° vem do passado.
Magoa? Chateia? Incomoda? Doi?
Ent√£o podemos recorrer a terapia.
A terapia não é para quem tem problemas,
n√£o √© para coitadinhos 
a terapia é para quem quer resolver os seus problemas,
é para quem se quer conhecer profundamente.
Quando encontramos a verdade avançamos em profundidade.
N√£o se pode saltar no processo
mas pode-se aceler√°-lo.

A evolução é o rumo do nosso destino mas este pode ser alterado.
Existe o livre arbítrio:
Podemos escolher se queremos a verdadeira felicidade ou a tristeza.
Existir√£o vidas em que o livre arb√≠trio pouco pesa 
porque é preciso realizar impreterivelmente o propósito.
E existirão vidas em que o livre arbítrio tem mais peso do que o destino.
√Č preciso aprender a usar o livre arb√≠trio pois faz parte do prop√≥sito.
Quanto maior a atração para algo ou alguém
mais parecer√° que est√° destinado 
porque a alma
precisa de se realizar. 
Então é preciso entender que tipo de atração é essa:
√Č saud√°vel ou t√≥xica? 
Que uso fizemos, fazemos e faremos do livre arbítrio?
Escolhemos o caminho da felicidade ou tristeza?
Liberdade ou pris√£o? 
Realização ou paralisação?

Se o prop√≥sito for humanit√°rio e se for realmente importante 
mas se se escolher o caminho errado 
haverá sempre alguém que estará pronto para realizar esse propósito.
Se o prop√≥sito √© importante 
ele tem de ser cumprindo.
A realização e o brilho é muito maior quando somos nós próprios a realizar o nosso propósito
que é nosso destino
para o qual somos atra√≠dos 
e o terminamos consoante o uso do nosso livre arbítrio.

Amor, Luz & Paz ūüíĖ✨

Sem coment√°rios: