sexta-feira, 13 de maio de 2022

Lidar com Espíritos Obsessores

O Ser Humano para evoluir precisa de aprender a lidar com este mundo da mat√©ria (ter independ√™ncia financeira, um bom emprego, casa, etc) e com a moral e √©tica (ter uma mente e cora√ß√£o puros, livres de pensamentos e sentimentos impuros como a raiva, inveja, inseguran√ßa, medos, etc). H√° medida que o Ser evolui o peso do mundo material e o peso da moral come√ßa a baixar e tudo se torna flu√≠dico podendo chegar a estatuto de Mestre que sublimou o espirito e a mat√©ria. √Č na moral e √©tica que se encontra o tema dos Esp√≠ritos Obsessores cujos quais √© necess√°rio saber lidar pois para al√©m de termos que criar pureza da nossa mente e cora√ß√£o por n√≥s pr√≥prios tamb√©m precisamos de aprender a n√£o ser influenciados por factores externos negativos que impedem o nosso crescimento evolutivo.


114. Os Espíritos são bons ou maus por natureza, ou são eles mesmos que se melhoram?
S√£o os pr√≥prios esp√≠ritos que se melhoram e, melhorando-se, passam de uma ordem inferior 
para outra mais elevada.
115. Dos Espíritos, uns terão sido criados bons e outros maus?
Todos foram criados simples e ignorantes, isto é, sem saber. Cada um tem uma missão com o fim de se esclarecerem e de chegarem progressivamente à perfeição. Nesta perfeição é que eles encontram a pura e eterna felicidade.
em O Livro Dos Espíritos de Allan Kardec


Os espíritos obsessores são espíritos que ainda têm baixa evolução espiritual e por isso tendem a criar más influências. E também existem pessoas ao nosso redor que são más influencias não é verdade? Pois bem, tudo está interligado porque todos nós somos espíritos!

Muitas vezes não temos consciência que temos um espirito obsessor ao nosso redor - e por vezes até uma pessoa que conhecemos! - só quando começamos a expandir a nossa mente e a conhecermo-nos melhor que começamos a ficar mais sensíveis às influencias - sejam de espíritos encarnados ou desencarnados - que nos rodeiam precisamente porque estamos a tomar mais consciência de quem nós realmente somos! Por vezes podemos estar em contacto com um espírito obsessor durante anos ou até mesmo vidas e quando tomamos consciência disso pode demorar mais ou menos tempo a remover esse espírito consoante a ligação que foi criada e às vezes é preciso preparação para se realizar o corte.

Na minha opini√£o n√£o se deve cortar com pessoas encarnadas apenas se deve dizer um "at√© j√°" porque quem sabe se essa pessoa n√£o dar√° um salto qu√Ęntico na sua evolu√ß√£o ao despertar mais para o seu interior! Mas tamb√©m n√£o se deve ficar apegado a nada. N√≥s, o espirito, √© livre e deve ser livre para seguir o seu caminho.

O que nos liga a um espirito obsessor pode ser por exemplo: inseguran√ßas nossas, medos, v√≠cios, invejas, vontade sexual, entre outras vibra√ß√Ķes baixas e que se percebem que s√£o exageradas n√£o conduzindo √† purifica√ß√£o. Estas vibra√ß√Ķes precisam de ser trabalhadas de forma a subirmos de n√≠vel na escala (escola) espiritual. Se estamos h√° imenso tempo a tentar ter um trabalho mas nunca conseguimos, se estamos a tentar encontrar uma rela√ß√£o mas nunca conseguimos podem ser indica√ß√Ķes de uma influ√™ncia espiritual que est√° a perturbar a ordem natural das coisas. Quanto mais nos conhecemos, quanto mais trabalhamos a nossa sombra - quando ela aparece - mais luz e fortalecimento geramos em n√≥s e menos conex√£o os esp√≠ritos inferiores conseguem ter connosco.


Tipos de esp√≠ritos obsessores (baseado em Xane Daniel e Allan Kardec):

- Influencia neuroquímica (pode levar a entender que a pessoa é esquizofrénica, bipolar, dramática em exagero,...)

- Perversos (exemplo: espíritos dizerem que vêm para nos ajudar mas depois só nos fazem mal)

- Ambíguos (os sintomas podem ser: confusão, falta de clareza, não conseguir dormir bem, dor no chacra cardíaco, pesadelos, ouvir vozes com mensagens negativas, não conseguir reagir entrar em paralisia, pensamento excessivo)

- Esp√≠ritos imperfeitos (t√™m propens√£o para o mal, ignor√Ęncia, orgulho, ego√≠smo e todas as paix√Ķes que lhes s√£o consequentes. Podem dividir-se em: 1 - esp√≠ritos impuros: d√£o maus conselhos, sopram disc√≥rdia e desconfian√ßa, ligam-se a pessoas de caracter bastante fraco e s√£o grosseiros nas express√Ķes. 2- esp√≠ritos levianos (ignorantes, maliciosos, irreflectidos, zombateiros. Metem-se em tudo. Gostam de causar pequenos desgostos e ligeiras alegrias, induzem ao erro. Sem profundeza de ideias. 3- esp√≠ritos pseudo-s√°bios: cr√™em saber mais do que realmente sabem. 4- esp√≠ritos neutros: n√£o s√£o bastante bons para fazerem o bem nem bastante maus para fazerem o mal, apegados. 5- esp√≠ritos batedores e perturbadores- manifestam geralmente a sua presen√ßa por efeitos sens√≠veis  e f√≠sicos como por exemplo pancadas em m√≥veis, movimento e deslocamento anormal do corpo da pessoa que obsidiam)


Observem estes tipos em voc√™s mesmos e na envolvente que vos cerca e caso exista alguma presen√ßa deste g√©nero perto de v√≥s fa√ßam por se tornarem esp√≠ritos bons e esp√≠ritos puros (para mais informa√ß√£o ler O Livro Dos Esp√≠ritos de Allan Kardec).

Espíritos de muita luz têm tendência para atrair espíritos que não têm luz precisamente porque precisam de saber ativar a luz dentro deles e também porque os espíritos inferiores procuram por alguém que possa ajudar a serem encaminhados para a luz e às vezes acham, por engano, que nós somos a luz !


Como lidar com isto:

Para saber lidar com isto é preciso nutrir amor, saber quem nós realmente somos, é preciso aprender a saber elevar a nossa vibração, focar no positivo, no que queremos para não nos deixarmos levar pelo caminho que não é da nossa essência e é preciso ler um pouco sobre este assunto principalmente para quem tem experiências deste género mas está com medo de enfrentar isto - esse medo são precisamente espíritos inferiores que não querem que aprendam a saber libertar-se disso! Talismãs, cristais, limpezas energéticas, magias de nada servem ou pouco duram se a pessoa que está obsidiada não fizer o seu trabalho interior para se depurar das negatividades que contém em si e que foram o elo de ligação ao espírito obsessor. Muitas vezes em consulta é preciso transmutar essas negatividades na pessoa obsidiada bem como no espirito que a persegue e tudo será resolvido mais ou menos rápido consoante a ligação (mais forte ou fraca) que une os dois e do trabalho interior que a pessoa obsidiada esteja comprometida a realizar de forma a se libertar.

Pode-se pedir ajuda aos nossos guias de luz que terão toda a alegria em ajudar porém eles nunca nos dão a resposta porque respeitam o nosso livre arbítrio. Eles dão-nos insights, luzes mas deixam a escolha ao nosso livre arbítrio. Os espíritos superiores afastam-se daqueles que somente têm curiosidade mas nada fazem para se tornarem melhores tanto ao nível moral como intelectual.


√Č preciso ver a vida como uma escola que nos conduz ao nosso espirito e por isso existe um tema da vida que se chama espiritualidade e que deve ser aplicada em todos os nossos sectores da vida. Meditar √© uma ferramenta valiosa para este processo do caminho do autoconhecimento uma vez que possibilita obter experiencia directa com a nossa pr√≥pria ess√™ncia. 


Para uma ajuda extra realizar uma Terapia pode ser boa op√ß√£o ou participar do meu Programa de Mentoria EVOLUIR em que evolu√≠mos passo a passo, cada um no seu ritmo percorrendo o seu caminho.


Amor & Luz
Catarina

Sem coment√°rios: